skip to Main Content

Nem sempre foi fácil! Conheça minha história como manicure

Senta que lá vem a história…. Como comecei:

💔 De Ex Iniciante Humilhada à Manicure “Celebridade” da Internet! 💅🏆

(Ficou longo, mas vale a pena ler)
—————————–

A minha paixão pelas unhas começou quando eu tinha 12 anos de idade!

Eu morava em uma cidade do interior de São Paulo, chamada Herculândia, que é minha cidade natal. Onde eu morei durante 18 anos, desde quando eu nasci…

Hoje eu tenho 26 anos e moro em Marília, que também fica no interior de SP.
_

Quando eu tinha 12 anos de idade eu já trabalhava!

Eu fazia faxina na casa da minha tia todos os sábados.

Essa minha tia tinha uma manicure, a Elizete. 💅

E a Elizete ia fazer a unha da minha tia todos os sábados… porque a minha tia é muito vaidosa, ela fazia as unhas todos os sábados!

E, toda vez que a minha tia ia fazer as unhas, eu parava de fazer a faxina na casa dela e eu sentava pra poder observar a manicure dela fazendo a unha dela 🙂

E aí eu ficava olhando cada detalhe..
_

Naquela época eu não tinha dinheiro, eu não tinha condições…

Eu já trabalhava aos 12 anos porque meu pai não tinha condições de dar o que eu queria, então, eu tinha que trabalhar pra eu poder conquistar as minhas coisas!

Eu trabalho desde os 12 anos, eu sei qual é o valor de um trabalho!

E aí, quando eu chegava na minha casa, eu pegava o cortador de unha do meu pai rsrs

Porque eu não tinha alicate… eu pegava o cortador de unha dele e tentava tirar a minha cutícula com o cortador! rs

E, agora que é mais engraçado 😂

Sabe aquelas pedrinhas de pedreiro que usa pra fazer casa?

Que pedreiro usa na construção?

Eu pegava aquelas pedrinhas 😆

Aí eu molhava o meu pé e ficava raspando nele como se fosse lixas de pé…

E, foi assim durante todos os sábados!

Eu ia na minha tia, fazia faxina, observava a manicure dela fazendo as unhas dela e, chegava em casa ficava praticando com o cortador de unhas e com as pedrinhas…. 💅

Eu gostava… <3

Mas nunca tive interesse em fazer unhas pra fora, até porque eu era uma criança de 12 anos, eu ainda não sabia como que era trabalhar por conta!

Eu não tinha noção…
_

Porém, eu fui trabalhar em outros lugares…

Trabalhei de babá, continuei trabalhando de faxineira, depois trabalhei em 2 lanchonetes… Isso até os meus 18 anos: trabalhei em 2 lanchonetes!

Depois eu trabalhei na escola onde eu estudava! Tive uma oportunidade, fiz uma prova passei e comecei a trabalhar na minha ex-escola…

Tempos depois, meu pai abriu um comércio:

Um bar!

E eu fui trabalhar nesse bar…

Até que, com 18 anos eu conheci o meu esposo e vim morar em Marília! 👩‍❤‍👨

Só que, até os meus 18 anos eu nunca tive intenção de fazer unhas pra fora, em trabalhar por conta!

Eu não tinha essa intenção..
_

Aí aqui em Marília, eu fui trabalhar no comércio e, eu não gosto de vendas, não gosto de vender! 👎

Apesar de que, eu vendia muito bem!

Eu trabalhei em uma loja, e eu conseguia fazer cartões…

Acho que vocês conhecem, a Riachuelo.

Eu trabalhava lá e eu vendia super bem, era super elogiada pelas minhas vendas, eu batia as todas as minhas metas, mas eu detestava vender..

Ainda hoje eu continuo não gostando 😂
___
💭 E, aí, eu lembrei que eu sabia fazer unhas! 💅

Porque eu já fazia a unha da minha mãe, das minhas tias, da minha família…

… e elas sempre ficavam me falando que aonde elas iam, as pessoas perguntavam pra elas quem tinha feito as unhas delas…😮

E elas respondiam: “Ah, foi minha filha… foi minha sobrinha…”

Aí as pessoas perguntavam: “Ela é manicure?”

“Não! Não é!”

“Nossa, ela deveria seguir a profissão, as unhas dela ficam muito lindas.”

Aí, depois disso, eu casei, com 19 anos de idade 💍

E, insatisfeita com meu trabalho no comércio como vendedora, eu me lembrei que eu sabia fazer unhas!

Aí eu pensei comigo: “Vou iniciar nessa profissão!”

E tive o apoio do meu esposo! 🙏

Ele me deu 70 reais e me falou: “Toma, vai lá e compra alguma coisa pra você poder iniciar!” 💰

📌 A primeira coisa que eu fiz, foi o seguinte:

Eu fui na esmalteria e comprei 18 esmaltes da marca realce, todos da marca realce! Porque eram os únicos baratos naquela época….

Eu me lembro que eu gastei exatamente os 70 reais!

Exatamente a quantia que meu esposo me deu…

⌛ Me lembro certinho, como se fosse hoje, e isso já há mais de 6 anos atrás…
____

Esse esmalte da realce que eu comprei custava 2,19 naquela época… 💅💰

👉 Comprei: 18 esmaltes, 1 alicate de cutículas e mandei amolar ele, que na época eram 5 reais pra amolar..


(hoje eu pago entre 12 e 14 reais pra amolar 1 alicate..) e comprei mais algumas coisinhas necessárias pra fazer unhas.
___

Eu não fiz nenhum tipo de curso na época e todo o conhecimento que eu tinha era o que eu tinha aprendido vendo aquela manicure alguns anos atrás! 😅

🚫 Não recomendo de forma alguma que você faça isso! É o pior jeito de se começar!

Pagar um curso de manicure em uma escola presencial eu não poderia. Não era uma opção pra mim!

😔 Naquela época, não existiam cursos de manicure em vídeo aulas online, que são 10x mais barato, igual os que eu tenho hoje…

Então, teria que ser eu mesma! Por minha própria conta!

E eu me esforcei ao máximo! 💪

Passava horas assistindo vídeos aleatórios de manicures no youtube, virava noites sem dormir… pegava uma dica aqui, outra ali com outras manicures.

Ia na manicure fazer minha unha e ficava observando cada detalhe, guardando como ela fazia na minha cabeça!

E eu treinava absolutamente tudo, incansavelmente!
_____

🧐 Eu fui juntando aquele monte de informações e fui fazendo mais ou menos como um manual pra mim mesma poder usar e testar nas minhas clientes! 💅

E, durante meus treinos, eu fui formulando as minhas próprias técnicas, construindo as minhas próprias dicas…
_____

🔴 Eu já estou nesse caminho há quase 7 anos e o meu 1° ano foi o pior deles pra mim e já já eu vou te falar o porquê!

Mas, bom.. comecei a profissão, divulgando boca a boca..

Eu não tinha facebook na época, nem tinha acesso à internet!

Acho que não existia whatsapp ainda também..

Então, foi tudo no boca a boca mesmo…

Só que… não dava ninguém.

NINGUÉM! 😞

Eu coloquei uma placa imensa no meu portão e eu não tinha nenhuma cliente 💔

E, então, antes mesmo de ter começado, eu já estava pensando em desistir da profissão!
_____

Foi exatamente nesta hora, que me surgiu minha 1° cliente!

Uma cliente de fora do que eu estava acostumada a atender..

Porque, até então, eu fazia as unhas somente das pessoas da minha família e isso me deixava mais segura.

Mas, quando veio a minha primeira cliente de fora dali do meu círculo de pessoas conhecidas… eu fiquei insegura! A responsabilidade era maior…
____

Olha só pra vocês terem uma ideia de como que foi:

⏰ Eu demorei mais de 3 horas pra fazer a unha dessa cliente!

A cutícula, eu bagacei toda!!!

Eu fiz… vamos dizer… não foi mal feita!

É que eu queria tanto, mas tanto fazer bem feita que saiu mal feito!

Repiquei toda a cutícula, arranquei um monte de bife kkk coitada!

Eu arranquei bife de todos os dedos dessa cliente, sem exceção de nenhum dedo!
___

👉 E ela me pediu pra passar branco, todo branco!

Eu nem sabia dessas opções de branquinhos que eu sei hoje, muito menos como não manchar cores claras..

Ela me falou assim: “Eu quero branco, branco mesmo. Branco de verdade!”

Não era esse negócio de eu quero um renda com paris, não…

Ela queria branco, branco, branco 🙁

E… como eu arranquei um monte de bife dela, detalhe:

O branco manchou todo, né? 👎
____

Aí eu continuei, esperando que aparecesse mais clientes pra eu poder atender e nada….

…. não tinha ninguém e nem essa minha 1° cliente voltou pra fazer unhas comigo de novo!

Aí, mais uma vez eu já estava pensando em desistir, foi quando eu fui em um salão pra fazer meu cabelo.

Que era o salão da Priscila!

E, ela me falou que estava precisando de uma manicure! Mas, que precisava de alguém que soubesse fazer unhas e fazer cabelos também…

Ai como eu sabia, peguei e falei pra ela assim:

“Ah, legal, eu sou manicure, posso vir fazer um teste! Eu sei fazer cabelo, fazer escova progressiva, selante! Fechou. Vou vim fazer um teste e se você gostar de mim eu vou ficar!”

Fui lá no salão dela, fiz o teste, fiz a unha e, sinceramente, eu não sei nem como que ela gostou kkkkk

Mas, tá bom!..

Comecei a trabalhar no salão dela. Mas, eu acabei ficando só 2 semanas lá e precisei sair, por conta de motivos pessoais..

Voltei pra casa e depois de 1 semana eu consegui em outro salão de novo!

Este segundo salão, pra mim, foi o empurrão que eu precisava!

Mas, também, foi onde eu sofri com algumas das piores pressões psicológicas:

Lá, era só eu de manicure, só eu que atendia.

Nesse salão, a unha era 15 reais pé e mão. Eu achava maravilhoso esse preço!

15 reais na época, há quase 7 anos atrás era dinheiro, não é mesmo?

Assim, eu comecei cobrando 10 reais o pé e 5 a mão! 15 reais pé e mão!

E, dessa forma, fui comprando mais esmaltes, mais alicates, aprendendo mais, me auto-aperfeiçoando..

Me aperfeiçoando que eu falo é: aprendendo ali, no meu dia a dia.

Porque uma cliente vinha com a cutícula grossa, com a cutícula funda, então eu “metia” o alicate pra cima…

Aí vinha outra cliente da cutícula fina, eu não podia fazer a mesma coisa que eu fazia na da cutícula grossa.. eu tinha que tirar bem pouquinho.. Eu fui pegando as “manhas”.

Assim, eu fui aprendendo…

Comecei ali com 15 reais pé e mão e depois fomos pra 18!

Depois o preço subiu pra 20 reais e depois pra 22,00!

Nessa época já começou a encher minha agenda! Aparecia muitas clientes…

Eu trabalhava lá de terça a sábado, das 7 da manhã até… eu já cheguei a fazer unhas nesse salão até onze e meia da noite!

Eu trabalhava duro lá, dava meu sangue por aquele salão!

Um dia, a dona desse salão pediu pra mim fazer o pé dela e eu fiz, mas aconteceu uma coisa horrível:

Por azar, uns dias depois, o pé dela acabou inflamando.

Ela fez QUESTÃO de falar para TODAS as minhas clientes!!!

Me chamava de burra, falava mal de mim para as clientes, dizendo que ela ia colocar outra manicure no meu lugar!

Reclamava de mim para as clientes, dizendo que eu era muito lerda e muitas outras coisas…

Ela começou a me humilhar!

O tempo foi passando eu eu decidi que queria sair de lá pra fazer unhas na minha casa por conta própria.

Cheguei nela e falei dos meus planos… acho que foi a pior coisa que eu poderia ter feito!

Ela virou pra mim e disse que NUNCA, JAMAIS alguma cliente iria na minha casa pra fazer as unhas comigo!

Nessa hora, o medo tomou conta de mim e eu desisti de sair de lá…

Até que, um dia eu não suportei mais!

Deu entre 6 e 8 meses que eu tava lá…

Chutei o pau da barraca e me demiti!

Eu não estava mais aguentando aquela pressão psicológica!

Precisava me libertar daquilo e meu esposo me deu total apoio!

Retornei pra minha casa e fiz o meu cantinho em casa mesmo!

Teve algumas clientes que vieram comigo fazer unhas em casa e muitas outras delas não!

E, eu não sei o que aconteceu, que chegou um tempo que eu perdi todas as minhas clientes.

Todas aquelas que faziam unha comigo no salão, que se diziam ser fiéis a mim, que diziam que não importava onde eu fosse morar, que elas iriam continuar fazendo as unhas comigo…

TODAS elas me abandonaram!

Me vi, ali, sozinha na minha casa, de novo, sem nenhuma cliente!

E, eu não sei qual foi o motivo!

E, assim foi o meu 1° ano como manicure, a fase mais difícil da minha vida!

Daquele salão, que eu trabalhava anteriormente, onde a minha agenda era lotada e que eu ganhava mais de 100 reais por dia fazendo pé e mão à 15, 18 reais, retornei pra minha casa eu não tinha nem 2 clientes por semana!

Imagina o tamanho do meu desespero nessa época!

Eu tive que voltar pra estaca ZERO.

Enquanto a maioria dos salões aqui na minha cidade já estavam cobrando 30 reais pé e mão, eu estava Recomeçando em casa outra vez, e coloquei meu preço à 15 reais pé e mão!

E, mesmo assim, eu não tinha clientes!

Aí, eu pensava assim:

“Ah, é normal, é a crise! Deve estar ruim pra todo mundo… eu não tenho cliente por causa da crise!”

Porém, quando eu saia na rua eu passava em frente dos salões, eu via os salões todos lotados, um monte de manicures trabalhando, um monte de gente fazendo unhas…

E, quando eu chegava em casa, eu entrava no meu quarto e eu chorava! 😭

Só Deus sabe o que eu sentia naqueles momentos.

Eu não conseguia entender o porque aquilo estava acontecendo comigo, se eu fazia unha bem, se eu tinha amor pelo meu trabalho… Porquê?

Eu só precisava trabalhar… pra dar conta da minha vida, mas parecia que as portas estavam todas se fechando na minha cara! 😔

Simplesmente tudo o que eu fazia não funcionava!

Foi alí, no meio das maiores dificuldades que eu já passei na minha vida que eu tomei uma decisão:

“Era tudo ou nada! Ou eu conseguiria ou ia morrer tentando”.

E, assim, comecei a divulgar nos grupos de facebook aqui da minha cidade! 15 reais pé e mão!

(Nessa época eu já tinha facebook e internet kk)

Eu postava foto dos meus trabalhos, colocava o preço na legenda e demorou um pouquinho pra começar vir uma ou outra cliente. Mas, muito de vez em quando mesmo.

E eu tive outra ideia: sabe aqueles cartão de visita?

Eu fiz cartõeszinhos de visita e eu pegava todo dia a noite com meu esposo pra gente sair nas casas do meu bairro entregando.. todas as noites!!!

TODAS! Sem falhar nenhuma noite..

Os cachorros só faltavam comer nossas mãos rsrs

Porque os portões são estreitinhos e, então, a gente tinha meio que enfiar a mão pra jogar o cartão ali dentro da área da pessoa!

Eu era muito vergonhosa rsrs

Por isso, eu preferia ir de noite.. Mas, eu ia!

Eu fui à luta!

Eu fui percebendo o quanto que era importante divulgar nosso trabalho… e assim, eu peguei firme fazendo minhas divulgações!

Aí, eu que tinha REcomeçado cobrando 15 reais mão e pé, passei a cobrar 18.

E, assim, se passou esse ano inteiro… Pingando clientes de vez em quando!

Foi quando chegou o fim do ano..

Estava com pouquinhas clientes perto do natal, então, eu tive uma ideia extraordinária que foi responsável por lotar minha agenda naquela época.

Literalmente, começaram a chover clientes pra mim rs, dá uma olhada no que eu fiz:

Bolei uma Promoção de Natal e Ano Novo!

Eu considero que esse foi um grande divisor de águas na minha carreira! 🙏

Nessa minha promoção, quem viesse fazer unhas comigo pela 1° vez não pagava 18 reais pé e mão, que era o meu preço da época, pagava só 15!

Divulguei com força em todos os grupos de facebook aqui da minha cidade e qual foi a minha grande surpresa?

Me choveu clientes! Simplesmente lotou! Finalmente, eu estava conseguindo 🙂 <3

Todo mundo queria fazer pé e mão por 15 reais, onde naquela época todos os salões aqui da cidade cobravam 30.

Graças à Deus, Deus me deu essa direção, iluminou a minha cabeça pra eu ter essa ideia inteligente e, assim, eu estava ressurgindo!

Comecei dessa forma adquirir de novo uma clientela!

E, por misericórdia de Deus, eu estava REcomeçando de novo do Zero e estava conseguindo, finalmente.

Todas essas clientes que vieram pela 1° vez fazer unhas comigo somente por causa do preço, se fidelizaram a mim depois por causa do meu trabalho! 🙂

As minhas técnicas de manicure ainda funcionavam!

Eu podia ver a satisfação nos olhos de uma cliente quando eu terminava o meu trabalho! 😍

Aquelas clientes que se fidelizaram comigo no começo, se multiplicaram…

De repente, eu comecei a atender mais e mais clientes!

Uma começou a indicar meus serviços pra outras e eu deslanchei!

Estava acontecendo ali, na minha frente e era tão surreal que eu quase não podia acreditar que era verdade!

Todo o meu esforço, todo o tempo de espera estavam, finalmente, valendo a pena.

Eu percebi que toda aquela fase de humilhação tinha chegado ao fim… 😭🙏

Finalmente eu tinha acertado!

Foi como se uma porta tivesse sido aberta pra eu passar! 🔑🚪

Como se uma montanha tivesse saído da minha frente.

Imagina o tamanho da minha felicidade <3

Isso tudo, desde eu sair do salão, até conseguir ter clientes fixas levou 1 ano inteirinho….

E eu fui subindo o preço..

Minha agenda foi enchendo, enchendo cada vez mais..

E eu não parava com minhas divulgações no facebook!

😊 Fui ficando conhecida aqui na minha cidade!

E comecei a ficar conhecida na internet também!!!

No próprio facebook eu descobri alguns grupos de manicures onde eu podia postar fotos dos meus trabalhos e, toda vez que eu postava alguma coisa tinham 5 mil, 10 mil curtidas…

As pessoas gostavam mesmo do meu trabalho!

Todos os dias eu recebia solicitações de amizades de outras manicures no facebook, até que chegou rapidinho na quantidade máxima de amigos que a gente pode ter, que são 5 mil…

Aí elas passavam a me seguir, que é praticamente a mesma coisa, e de repente, eu tinha ali mais de 3 mil seguidoras e mais de 5 mil amigas manicures que curtiam meu trabalho e umas milhares de mensagens de iniciantes querendo dicas, pedindo ajuda com alguma dificuldade que elas tinham na profissão…

<3 E, dessa forma, me veio uma alegria muito grande!

Porque, além delas gostarem do meu trabalho, elas ainda me viam como uma referência! 💅🏅

Aí elas começaram:

“Nossa, você tem que dar curso pra gente aprender, monta aulas prá nós…”

Aí eu falei:

“Tá bom. Vou fazer uns vídeos enquanto eu atendo minhas clientes mostrando o jeito que eu faço.”

Comecei a gravar o passo a passo do meu trabalho, durante os atendimentos às minhas clientes.

Eu mostrava em detalhes, todas as minhas técnicas para fazer unhas perfeitas, minhas dicas e meus segredinhos..

Montei um total, na época, de 18 vídeos bem amadores que eu enviava pelo whatspp para quem quisesse. 📲

Bombou!!! 🙏

A qualidade daqueles vídeos não era nada boa, porque eu não tinha nenhum recurso, gravava só com a câmera do meu próprio celular mesmo.

Era totalmente simples, mas já ali, mudou a vida de muitas pessoas… desde aquela época eu recebia mensagens de agradecimentos, com fotos de antes e depois das meninas….

Elas tinham uma melhora de 90% em relação à antes do meu curso e depois do curso.

Tinha gente de vários lugares entrando em contato comigo querendo ter acesso ao cursinho em vídeo aulas que eu tinha feito rsrs

Devido ao grande sucesso dessas pequenas aulas, olha só o que aconteceu:

😮 Uma grande agência de cursos acabou vendo!

Meu trabalho tinha chegado aos olhos deles!

Viram meu esforço, a minha dedicação e, com o maior amor do mundo, decidiram me patrocinar.

Eles acreditavam em mim, no meu dom e na minha intenção verdadeira de ensinar outras manicures iniciantes!

Investiram em mim, investiram no meu DOM! <3

Colocaram à minha disposição o que tem de mais profissional em matéria de equipamentos, câmeras de filmagens, áudio/som e, juntos, refazemos meu curso inteirinho!

Aula por aula!

Com a melhor qualidade que poderia existir!

E, foi assim, que eu me tornei essa manicure “celebridade” da internet! 💅🥇

Eu sofri muito pra chegar até aqui, penei bastante, quebrei a cara várias e várias vezes. Fui humilhada!

E, quer saber de uma coisa?

Eu não sou nenhum pouquinho diferente de você!

Eu só aproveitei o momento de maior dificuldade da minha vida para me esforçar ao máximo! E dei tudo de mim!

Fui percebendo o que dava certo e o que dava errado nessa profissão, coloquei minha total dedicação em cima do que dava certo e aperfeiçoei tudo!!!

Melhorei muito e, finalmente, cheguei nesse resultado aqui da Faby de hoje!

Criei minhas próprias técnicas de manicure para fazer unhas perfeitas e hoje eu dedico a vida a ensinar tudo o que eu sei! <3

Tenho muita satisfação em dizer que, com o suor do meu trabalho eu consegui construir minha casa própria, montei meu cantinho do jeito que eu sempre sonhava, comprei meu carro e hoje, graças à Deus, eu posso até ajudar a minha família! 🏠 💅🙏

E, “AQUELA” que um dia disse que nenhuma cliente iria na minha casa para fazer as unhas comigo, logo fechou o salão por FALTA de clientes!

Eu hoje estou aqui, no meu cantinho e arrebentando!!!

👉 ACREDITE EM VOCÊ, corra atrás!

Problemas, dificuldades todo mundo tem! A diferença é a maneira que cada um age diante deles…

Você pode reclamar ou buscar uma solução.. fazer os 2 ao mesmo tempo não dá!

Beijos, Deus abençoe à todas <3 🙏

This Post Has One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *