skip to Main Content

Confira algumas maneiras de como amolar alicate de unha

Ás vezes as manicures tem uma semana muito cheia em relação a sua agenda, o que pode impedir, a ida à lugares específicos que realizem o procedimento de amolar os alicates utilizados .

Pensando nisso, reservamos algumas dicas para que você mesma possa amolar seu próprio alicate, quando não houver a possibilidade de ir ao lugar especifico, lembrando que esses tipos de técnicas devem ser nos últimos momentos, quando não houver a possibilidade de ir a outro local.

Por que amolar o alicate de unha é importante

Amolar o alicate precisa ser uma técnica frequente principalmente para manicures que trabalham diariamente com ele, o que proporciona que “ceguem” mais facilmente do que pessoas que possuem um alicate para usos pessoais.

Essa prática é importante em vários níveis.

• Nível produtivo

Com o alicate amolado, a manicure conseguirá ter mais agilidade na hora de realizar a remoção das cutilas, pois poderão ser facilmente cortada, sem ter de ficar um tempo desconhecerão em um único lugar, o que a nível produtivo é algo muito eficaz, já que terminará mais rápido o serviço, podendo passar para outro cliente.

• Nível estético

O nível estético envolve mais em como será realizado o corte da cutícula, quanto melhor e mais amolado estiver o alicate, menores serão as chances de causar o efeito picotado na cutícula de seus clientes. Promovendo um corte reto, possibilitando a remoção da cutila inteira num sentido único.

• Nível de baixo risco a saúde

Com o alicate amolado, somado a sua técnica em remover cutículas, as chances de causar alguns machucados nessa região são menores, o que possibilita uma remoção mais “limpa” sem que o alicate tenha muito contato com secreções que tem o potencial de estarem infectadas.

Entretanto mesmo que você não identifique possíveis fluídos corporais no alicate, você deve sempre fazer a esterilização com o uso da estufa ou autoclave, pois existem muitos microrganismos que podem se alojar no alicate sem que sejam perceptíveis.

Técnicas para amolar o alicate (FAÇA VOCÊ MESMO DIY)

 Agulhas de costura

Libere a travinha que permite a mobilidade do alicate, entre as brechinhas da ponta fricciona a agulha em um único sentido repetindo várias vezes, pode ser qualquer agulha, mas para correr menos risco prefira aquelas um pouco mais grossa, onde você consegue ter mais firmeza ao segurar.

Você pode colocá-la na base da brecha e no único movimento, friccionar para cima até que ela saia do alicate, depois novamente coloque na base e realize o mesmo movimento.

 Lixa de unha

Utilize a lixa de unha não metálica para realizar esse procedimento, abra as abas do alicate, e passe a lixa em cada uma das pontas de cada vez, friccionando da mesma forma que se faz ao lixar a unha.

É necessário fazer em cada ponta de uma vez, para garantir um bom resultado, na hora de amolar, esse processo pode demorar mais, por ter de fazer um lado de cada vez e em cada lado é necessário dedicar alguns minutos.

 Papel laminado de cozinha

Essa é aquela técnica que a gente considera mais “gostosinha” de fazer, além de ser muito fácil, primeiro você deverá tirar um pedaço da folha, o equivalente que você tiraria para cobrir algum prato de comida.

Depois de destacar a folha, amasse ela no formato de uma bolinha, a partir daí faça os mesmos movimentos necessário para a remoção das cutículas, a partir de 5 minutos, o alicate já apresenta bons resultados.

Qual melhor alicate para se escolher?

O melhor alicate, e todos os outros materiais de unha para se utilizar no salão de manicure, são os que possuem o acabamento em aço inox, pois esses utensílios são mais fáceis de higienizar superficialmente e esterilizar posteriormente.

Os que são em plástico ou madeira, possuem fissuras que podem promover o acumulo de microrganismos nocivos, tanto a saúde do cliente como a do profissional que realiza a técnica.

Por conta dessas fissuras, se torna mais difícil a remoção desses microrganismos na higienização superficial, e os métodos de esterilização se tornam inviáveis já que precisam de uma temperatura alta para ocorrer, que facilmente poderiam derreter, estragando o utensilio assim como a máquina especializada para isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *